Álcool e juventude, ou que trem ruim é essa Skol Beats 150 bpm



Ontem (domingo) resolvi matar a curiosidade e experimentar esse trenzinho aí da foto acima, a Skol Beats 150bpm. R$3,90 numa garrafinha que parece embalagem de iogurte, só que preta, com 100ml de bebida mista alcoólica com 13,9%de teor alcoólico, uma bomba.

Final de semana é dia de tomar uma brejinha pra relaxar, porque né, a gente merece os pequenos prazeres da vida adulta (no meu caso, tomar uma cerveja gelada, de pijama deitada na minha cama vendo algo na tv ou no streaming). Tem uma distribuidora, um desses disk bebidas da vida aqui perto de casa e vendo as ofertas da semana no facebook, vi que eles tinham a tal da Skol Beats 150 bpm. Comprei algumas latinhas de Bohemia (R$2,39 a latinha de 350ml) dois frasquinhos da tal 150bpm e uma Schweppes Citrus, já esperando que o negocinho fosse ruim de beber puro.


Guardou a informação de que eu comprei cerveja Bohemia? Então, ela tem 5% de teor alcóolico. Numa lata de 350 ml.

Bom, partimos para a análise sensorial, cheirar, ver e por último, provar. Bom A SB150bpm, tem cor de desinfetante, cheiro de desinfetante, e eu nunca bebi desinfetante, mas o gosto deve ser parecido também, porque nossa, que trem ruim. Doce, choca e com um retrogosto amargo, parece o resto de Fanta uva com gelo que sobrou do aniversário de ontem em que você pingou umas gotas de dipirona sódica.


Enfim, odiei, muito provavelmente, porque eu não sou o público alvo da bebida. Eu não gosto de balada, já desenvolvi um paladar mais maduro para bebidas alcóolicas e estou na fase de ter mais prazer em saborear a bebida do que em ficar embriagada. Achei o gosto horrível, doce toda vida, mas sobe pra cabeça feito um rojãozinho.

Eu tenho muito medo de bebida doce, porque quando você acha que está tudo bem, docinho, suave, mas na verdade vc já tá chamando Jesus de Genésio. Fiquei pensando na combinação disso com luzes estroboscópicas, música alta e um ambiente cheio de gente jovem, excitada e tão cheia de hormônios quanto você, caso você também seja jovem, claro. E como eu já fui jovem, excitada e cheia de hormônios, bebendo conhaque com Coca Cola pra ficar tonta e me sentir muito adulta (ou seja, era só uma adolescente burra mesmo), sinto ainda mais medo desse negocinho de embalagem moderninha, gosto doce e suave, barato e que embriaga muito rapidamente. 

Enfim, como eu disse, não sou o público alvo desse trem. Se você for, cuidado. Nem sempre você poderá contar com pessoas legais e que te protejam quando estiver louco de bebida. 





2 comentários:

  1. É horrível, e o preço eu acho que não justifica, bebi uma vez pra nunca mais, o tal teor alcoólico é questionável, não deu nem um baratinho.

    Adorei o blog, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é muito ruim mesmo, ahahahahahahah. Eu penso que pra quem já está habituado ao consumo de álcool, não faça efeito mesmo. Mas para um público mais jovem acho bem problemático, principalmente, se formos pensar que não bebem esse trem puro. Na distribuidora, o vendedor me recomendou a misturar com Skol Beats azul, esses dias atrás vi um vídeo em que misturavam com Gin Tônica... Imagina esse desinfetante misturado com corote?

      Enfim é isso. Não vale a pena beber isso não. E obrigada por comentar!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.