Precisamos falar do Vendedor Coagente



A gente reclama muito de atendimento ruim em Uberaba, mas, precisamos falar também do VENDEDOR COAGENTE.

Tem uma loja de cosméticos/acessórios no centro da cidade que é um verdadeiro filme de terror. Quando você chega, as moças do caixa, todas sorridentes, olham profundamente nos seus olhos e dizem em coro "BOM DIA, SEJA BEM VINDA"


Você ainda está tentando responder ao bom dia delas, e uma vendedora já se aproxima de você, também muito sorridente, perguntando em que pode te ajudar. Você dizendo ou não o que foi procurar, ela vai começar a te mostrar produtos e colocar na sua mão (quando você estiver com uns três ou quatro, ela traz uma cestinha).

Aí elas te levam até o fundo da loja para a maquiadora te mostrar a nova base da blogueira xxx "ah deixa eu passar em você pra te mostrar que essa é a sua cor" e aí ELA PASSA BASE SÓ NUMA METADE DA SUA CARA.

E mostra batom, corretivo, paleta de contorno, de sombra, N batons, máscara de cílios, delineador... E a outra vendedora vem trazendo outras coisas e colocando na sua cestinha. Nesse ponto, ou você já se rendeu e decidiu comprar a porra da base por 80 reais (sendo que na Riachuelo tem a mesma base por 49,90) pra moça passar na outra metade do seu rosto, ou vc já quebrou o encanto dela e pediu um lenço umedecido pra tirar aquela merda da cara. E sim a cara delas muda automaticamente a cada não que você vai dizendo, e mesmo assim, elas vão continuar tentando te empurrar as paradinhas, apesar do sorriso já não ser mais tão resplandecente.

Bom, não sei vocês, mas eu nunca mais piso lá.

Aí ontem, passei num petshop que abriu ali no centro da cidade. Uma gracinha, loja grande, muita variedade de produtos, bons preços. O rapaz atendendo a gente numa boa, pedimos um produto x e ele começou a falar sobre a gente levar o produto y que complementava a ação do produto x. Nisso, chegou uma outra vendedora, e começou a forçar a gente a levar o produto Y, que a gente tinha que levar, que pipipi popopó. E a voz dela mudou nitidamente de tom, só faltou ela deixar escapar um "deixa de ser burra, e leva saporra".

Eu realmente queria comprar o produto Y e ainda ia levar uns petiscos, mas só pela arrombadice dela de tomar o atendimento do outro vendedor (ele até saiu de perto) e me irritar com insistência constrangedora dela, não comprei e não pretendo voltar lá também.

Ser atencioso para com o cliente é o melhor caminho para uma boa venda. Ter respeito por ele também, e ainda faz ele voltar depois.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.