Diástase e como até futilidades midiáticas tem lá sua utilidade


tipos de diástase


Aproveitando a desnecessária cobertura dos procedimentos cirúrgico/estéticos da primeira dama, vamos à utilidade pública:

Um dos procedimentos, feito para "aproximar o músculo do abdômen", aparentemente foi a correção de uma diástase.

A diástase é um afastamento dos músculos abdominais, que costuma acontecer na gravidez, abrindo uma fenda na musculatura, um buraco mesmo.

Tá mas e daí? Daí que essa fenda pode causar dores lombares, e também aquela pancinha que por mais que a nova mamãe perca peso, insiste em ficar ali. Se a gestante for bem orientada durante a gestação e no pós parto, essa fenda pode ser corrigido com exercícios, sem precisar de apelar para a solução cara, de risco (e em alguns casos, preguiçosa) da cirurgia plástica.

Quem quiser saber mais sobre diástase, além claro, de falar com o seu médico, eu recomendo o canal da Gizele Monteiro no YouTube.



A minha dica é: se você tiver condições financeiras, ou plano de saúde, ou outra possibilidade de acesso, consulte-se com um/uma fisioterapeuta durante a gravidez, principalmente que tenha especialização em fisioterapia pélvica. Não é só por estética, não é pra "agradar o marido". É pra te proporcionar qualidade de vida e saúde, principalmente quando você passar dos quarenta anos.

Ou então quando você começar a se mijar toda vez que espirrar, você vai lá e morre na grana da cirurgia, e olha que isso é o menor dos problemas que a fisioterapia pélvica vai evitar na sua vida.

Comentários