Cinomose mata!

A Cinomose pode matar. Informe-se e proteja seu cão. Eu não ia falar nada, porque eu acho muito deprimente gente véia que nem eu dando ...

A Cinomose pode matar. Informe-se e proteja seu cão.

Eu não ia falar nada, porque eu acho muito deprimente gente véia que nem eu dando chilique em redes sociais por causa da morte de um pet. Mas como o caso é grave, acho importante que as pessoas saibam para evitar a dor que tem sido meus últimos 15 dias.

A Kira morreu no dia 27 de setembro e a Khaleese no dia 29. Elas contraíram cinomose. Como, eu não faço ideia, já que eram vacinadas. Pode ser uma variante diferente do vírus, pode ser que a vacina nacional não valha nada como li em alguns relatos.

Hoje a alegria da minha casa, são fotos e recordações que convivem com o silêncio que ficou no lugar delas. Não existe tratamento contra a cinomose. O que se pode fazer é tratar os sintomas e rezar para o organismo do bichinho resistir e expulsar o vírus. E nos raríssimos casos em que isso acontece, a possibilidade de sequelas neurológicas no animal é grande. Muitas vezes inclusive, a eutanásia é a única saída (a não ser que você queira o bichinho em sofrimento, paraplégico, sem reconhecer os próprios donos de tanta dor, vivendo a poder de analgésicos e remédios para as convulsões apenas PORQUÊ VOCÊ QUER)

Ninguém fala nada, mas essa linda cidade de Uberaba está tendo um surto dessa doença. E mesmo que o seu cão não saia de casa, a possibilidade dele adoecer existe. Porque o vírus se transmite principalmente pelo ar. Você pode pisar acidentalmente numa grama com xixi de cachorro e levar o vírus para casa. Você pode visitar alguém que tenha um cão já hospedando o vírus e levar esse vírus para a sua casa.

Então, pra que vocês não tenham que passar pelo inferno que vivi nos últimos dias, eu estou avisando. Uberaba está tendo DEZENAS (isso se não forem centenas) de casos de cinomose. Essa doença mata e mata rápido e muito cruelmente. Essa doença deixa sua casa inabitável para outros cães durante meses, até anos. Se vocês não tem certeza da procedência das vacinas de seus cães, levem ao veterinário, façam hemograma, refaçam o esquema de vacinação V8 ou V10 com vacinas importadas.

Kira

A Kira foi o animal que levou meus sentimentos aos extremos mais profundos. Ela expulsou um gato meu de casa, matou um cão idoso que eu havia adotado, quase matou uma outra gata minha rasgando sua garganta, quebrou a perna da Chivas, não aceitava crianças na minha casa. Certa vez tive que pegar o filho da vizinha (que havia batido no meu portão) no colo, porque ela estava rosnando e avançando no garoto. Várias pessoas me aconselharam a me desfazer dela, porque ela era agressiva com outros animais e com bebês. Mas eu não podia, porque a Kira me amava. Como me desfazer dela? Mesmo nos momentos de maior mágoa, onde eu não queria mesmo olhar na direção dela durante dias, eu não consegui cogitar a ideia de tirá-la de perto de mim. No dia em que ela se foi, antes de sair para o trabalho, a deixei deitadinha num tapete, com cobertinha, água, tudo. Quando cheguei em casa, ela estava morta em frente ao portão. Suas últimas forças foram para se arrastar até lá, para proteger nosso lar.

De tudo que eu aprendi com você, preta da mamãe, a lição mais forte foi a de que perdoar é preciso. Pro nosso bem.

Cuidem dos seus pets pessoas. A coisa está está feia, está grave.

***

Pode ser interessante para você

0 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics