I'm back (ou o meu lá e de volta outra vez)

Gleudo Fonseca, Janaína Isidoro, eu e Lara Guimarães Não, este post não é para falar sobre O Hobbit - A Batalha dos Cinco Exércitos...

Gleudo Fonseca, Janaína Isidoro, eu e Lara Guimarães


Não, este post não é para falar sobre O Hobbit - A Batalha dos Cinco Exércitos (mas em tempo: amei e chorei rios quando o filme acabou). Este post é para falar sobre mim e este humilde blog onde vos falo.

Estive ausente algum tempo e essa minha ausência se justifica; estava combatendo o meu dragão, o meu Smaug, mais conhecido como TCC. E como eu gosto pouco de sofrer, resolvi escrever um TCC ao invés de fazer qualquer outra coisa. Mas enfim, depois de meses, de uma depressão profunda, de noites mal dormidas, de perder o marido, sim, eu venci meu dragão. Fui aprovada, quase infartei de tanto chorar com as palavras carinhosas de meus professores Cíntia Indiara e Sávio e agora estou de boa na lagoa esperando a colação de grau pra quase infartar de chorar de novo e claro, meu baile de formatura. Depois de tantos anos, finalmente vou tirar minha mãe de dentro de uma cozinha de festa de formatura e vou colocá-la lá linda e Diva como ela é, no salão de festas.

Foi mais um dos meus arcos de dez anos. Pensando em tudo que me aconteceu, fiquei refletindo sobre algumas coisas. Uma delas é que nos anos terminados em 4, eu tive grandes reviravoltas em minha vida. Em 1994 fugi de casa, virei hippie, abandonei um namorado por quem eu era maluca, para viver o meu sonho de liberdade. Em 2004, concluí meu primeiro curso técnico (Nutrição e Dietética) e incentivei um namorado - a quem muito amei também - a deixar Uberaba e resolver a própria vida. Agora em 2014, terminei minha primeira graduação. Quem diria que aquela hippie descabelada seria um dia algo além de uma hippie descabelada? Ou de uma ajudante de cozinha, lavando pias de pratos? Ou aquela mocinha que silenciosamente limpava o banheiro vomitado pelas meninas da boa e alta sociedade de Uberaba?

Pois é. Agora eu sou jornalista (alguém aí pode até falar: grandes merdas, nem é preciso diploma para ser jornalista). Como disse minha professora Indiara, eu saio da faculdade uma pessoa melhor do que entrei. Conhecimento sempre é algo que engrandece e eu nunca me canso de aprender algo novo. Todos os meus colegas de classe que chegaram até aqui comigo, venceram seus dragões também. Ana Caroline, Anderson, Beethoven, Cristiano, Gleudo, Lara, Janaína, Jefferson, Marília, Natália, Paulo, Tatiane e Victória, todos aprovados. Começamos juntos, terminamos juntos e ainda conseguimos a proeza de arrancar o Cristiano de dentro daquele bloco L, onde ele já quase tinha ganho uma plaquinha de patrimônio da faculdade. Todos vencemos nossos dragões. Retornamos de nossas aventuras, maiores, mais fortes e mais sábios do que quando iniciamos.

2015 é um novo ano de novidades para mim. E eis me aqui novamente, nesse blogzinho que eu gosto tanto e que por incrível que pareça, tem se mantido no ar nos últimos seis anos, indo rumo ao sétimo. 2014 foi um ano muito difícil, mas onde tive tantas vitórias, que não posso nem me dar ao luxo de querer reclamar. Ou de exigir de 2015 mais do que eu mesma tenho a oferecer.

Feliz ano novo pessoas!


Pode ser interessante para você

0 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics