Divagando sobre Yoani Sánchez

Yoani é uma blogueira. E blogueiros gostam de escrever basicamente sobre duas coisas: sobre o que gostam e sobre o que os incomodam. ...



Yoani é uma blogueira. E blogueiros gostam de escrever basicamente sobre duas coisas: sobre o que gostam e sobre o que os incomodam.


Ela se incomoda com diversos aspectos da política em seu país, Cuba. É um direito dela, não há nada no mundo que a obrigue a achar que a situação que vive na ilha dos irmãos Castro é a melhor. Sim, sabemos do quão avançada Cuba é em termos de saúde e educação. Mas o ser humano é composto de inúmeras necessidades, que quando mal atendidas, causam desconforto e sofrimento.


Eu não suportaria viver em Cuba, por mais que tenha uma boa rede de ensino e uma saúde. Porque eu preciso desesperadamente ser livre. Me dói quando não posso escrever o que penso, dói quando esse maldito senso ético jornalístico tolhe meus dedos e me cala. Isso porque o Brasil é um país livre, democrático. Imagine então se aqui fosse uma ditadura onde a expressão do raciocínio é cerceada pelo governo.

Enfim, não gostar do regime político de Cuba é um direito de Yoani. Assim como é direito também, de se gostar, sim, tem gente que gosta, porque não? Tem gente que não entende porque eu gosto de Uberaba!

O Brasil é a democracia e o país livre mais cambeta que se possa imaginar. Fingimos tolerar o credo do outro, a cor do outro, o desejo físico do outro. O Brasil é um país laico onde o dinheiro tem a inscrição "Deus seja Louvado". É um país onde o carnaval mais famoso do mundo, numa cidade de maioria negra, tem os brancos dentro da festa e os negros do lado de fora dos cordões, marginalizados e ainda assim seguindo o trio. É um país que se diz liberal mas tem índices altíssimos de homicídios de homossexuais. Onde mulheres e homens tem direitos iguais, mas as mulheres ainda ganham menos, mesmo estudando mais. Onde o povo cobra saneamento do poder público mas joga lixo no terreno vazio, latinha pela janela do carro, um povo que espera que um profissional público venha até a sua casa, limpar seu quintal para evitar a dengue. Gente que arrota contra a corrupção mas passa em sinal vermelho, tenta burlar o fisco, faz carteirinha de estudante pra pagar meia entrada mesmo sem estudar.

Claro, nem todos os brasileiros são assim. Mas os que tem são suficientes pra me envergonhar. Assim como fiquei MORRENDO de vergonha ao ver jovens, presumidamente cultos e esclarecidos, gritarem feito animais (achei isso ofensivo; minhas gatas são infinitamente mais educadas), tirando de uma mulher, seu direito de se expressar. Eu sempre acreditei que quem grita perde a razão. Amo os debates de idéias, a troca, o diálogo. O seu direito de discordar não pode em nenhum momento, calar quem não pensa como você. Não somos obrigados.


(E pra descontrair...)

Pode ser interessante para você

0 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics