Uberaba Sport Club e o ônibus fantasma

Se tem um time no Brasil que sobrevive de teimoso é o Uberaba Sport Club. Sangrado por uma sequência de administrações desastrosas, o ...







Se tem um time no Brasil que sobrevive de teimoso é o Uberaba Sport Club. Sangrado por uma sequência de administrações desastrosas, o fundo do fundo do poço foi alcançado em 2009 quando o time foi despejado do  Boulanger Pucci, seu CT tomado e leiloado pela justiça para o pagamento de dívidas do clube. O time começa então uma vida de peregrinação, esmolando espaços para treinar, numa cidade onde infelizmente os interesses e rixas pessoais falam mais alto.

Nos dois últimos anos a atual administração tem ajustado a situação financeira do time, e através de doações de torcedores, empresários e emendas políticas, tem se reerguido. O Centro de Treinamento Constantino Calapodopolus não está finalizado, mas já abriga o time e não precisa mais depender da boa vontade alheia para treinar; as contas em dia e o bom desempenho do time de juniores vem servindo de alento para os torcedores, que ainda amargam o recente rebaixamento para a série B do Campeonato Mineiro.


Eu falei em emendas políticas não falei? Bom, uma, do deputado Antônio Lerin repassada ao IACEL (Instituto de Apoio à Cultura, Esporte e Lazer) no valor de R$100 mil reais foi repassada ao USC. O deputado Paulo Piau também conseguiu através de emenda parlamentar uma verba no valor de 1 milhão de reais para a construção de um CT definitivo para o USC na Univerdecidade. Acontece que se uma verba é destinada a uma finalidade, ela só pode ser usada para aquela finalidade. Ok, aí vem a terceira emenda, do vereador Afrânio Lara, anunciada em setembro de 2011; uma emenda que viabilizasse a compra de um ônibus para o USC. Na época, o vereador após reunião com a diretoria do clube e o prefeito Anderson Adauto, anunciou que em dezembro, o mais tardar fevereiro de 2012 o Colorado contaria com um veículo próprio. Sim por que até aqui, o time precisa alugar um veículo e claro, isso implica em muito mais do que pagar o fretamento do veículo e é um valor alto para um time que tem lutado para se reestruturar financeiramente.

Em dezembro de 2011, o vereador com o "rabo entre as pernas" já arrefeceu o entusiasmo e afirmou que o projeto estava emperrado no setor jurídico da prefeitura e que seria leviandade firmar uma data, um prazo para  que a emenda saísse.


Mas aí veio janeiro e na madrugada do dia 19, após um empate com o Araxá, a delegação do Uberaba Sport sofreu um assalto na MG 262, onde bandidos fortemente armados levaram pertences dos jogadores e comissão técnica e pra não perder a viagem, balearam o motorista (uma bala na perna, felizmente nada com mais gravidade - mas ainda assim uma violência injustificável). Foi a oportunidade para se voltar a usar a imagem do time e o vereador voltou com o assunto Ônibus do USC. Dessa vez afirmando que a questão jurídica já estava resolvida, Afrânio já novamente entusiasmado, afirmou que “Sinceramente, acredito que este problema pode acelerar o processo. Queremos ver o USC sempre participando dos campeonatos de forma honrosa e vibrante”.

Pois bem, passou janeiro, fevereiro, março chegou, já estamos dando tchauzinho para maio (tá eu sei que pulei o mês de abril) e nem sinal desse ônibus. E aí sobre quem a torcida lança seus dardos? A diretoria do clube. Não duvido nada que haja gente por aí que acredite que esse dinheiro saiu e foi embolsado no meio do caminho.

O cenário político em Uberaba está vivendo seu momento de chuvas e trovoadas. Mas isso não justifica esse silêncio a respeito de algo que foi garantido. Muitos dirão que gastar dinheiro público com futebol é desperdício, e mimimi mimimi mimimi, mas assegurar lazer à população também é dever do poder público e auxiliar uma entidade esportiva vai muito além de "gastar dinheiro". 


Nós torcedores, esperamos uma resposta. Concreta, por favor, pois esse ônibus de sonho, já está passando a pesadelo, ou pior, a assombração.

E enquanto isso, o time do Uberaba Sport Club continua a pé. Tanto no figurado como no sentido literal da coisa.

Obs: Tentei encontrar informações a respeito no site da Câmara Municipal de Uberaba. Mas me perdoem, ou aquele site é muito ruim, ou eu que sou burra mesmo e não sei pesquisar.

Pode ser interessante para você

1 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics