Estragaram o Instagram?

Eu sou do tempo em que era uma honra se conseguir um convite para o Orkut. Minhas primeiras postagens foram feitas no bom e velho idi...

Eu sou do tempo em que era uma honra se conseguir um convite para o Orkut. Minhas primeiras postagens foram feitas no bom e velho idioma inglês. Aos poucos as primeiras comunidades em português fora surgindo. Quando então o orkut passou a ter uma versão em Português, foi a glória.

Para nós, claro. O comentário em qualquer comunidade do Orkut que não fosse brasileira, era de que os brasileiros haviam destruído o Orkut, assim como uma nuvem de gafanhotos.

Não é nada agradável ser desprezado, considerado uma praga. O brasileiro médio, que dominou o Orkut sinceramente não está nem aí pra opinião dos gringos, até porque invariavelmente de inglês só entende mesmo, o hot dog, e o 30% Off das vitrines do shopping. Quem se doeu com essa situação foi a dita parecela com relevância na meritocracia da internet, os cultos, os hipsters e claro, os paga pau.



E assim, a cada nova rede social, essa trupe ia migrando e se sentindo acima da massa. Ai como é boa a sensação de não se sentir medíocre, banal, comum. como é bom ser elitizado. Mas as redes sociais tem um grave defeito. Via de regra, qualquer um pode entrar.

O Instagram acabou se tornando para muitos desses cidadãos, o paraíso perdido, onde podiam se sentir acima da coletividade. Só quem tinha um dispositivo móvel da Apple podia participar, e daí se foi comprado em 12x sem juros no plano empresarial da Tim, é um iPhone, um iPad, dane-se, agora sou fodão.

Foi esse tipo de gente os que mais se sentiram incomodados, quando na semana passada, o Instagram ganhou sua versão para  Android. Queixaram-se da eminente "orkutização" da rede, assim como anos atrás, vi os americanos queixarem-se da "brasileiração" do mesmo orkut. Como assim, um reles celular de  R$450,00 frequentar o meu mundinho dos bem nascidos usuários de um dispositivo Apple?

Eu estou ainda tentando entender, o porquê de tanto desespero. Tem alguma cláusula que obrigue a ver as fotos dos usuários da rede?

Com o anúncio de que  Mark Zuckerberg comprou o Instagram, houve gente que não satisfeito em reclamar, ameaçou e chegou ao extremo de deletar sua conta. Os que não o fizeram por preconceito, o fizeram por sentir sua "privacidade" ameaçada.

Pelo amor de Deus cambada, quer privacidade, imprime as fotos e guarda num álbum trancado na gaveta à chave...

Eu sinceramente tenho medo desse tipo de gente que se preocupa com isso. Tenho medo de gente que julga por classe social, por nível de conhecimento, pelo que tem, pelo que aparenta. Tenho medo porque é gente que não tem nada a acrescentar mas que ocupa espaço.

Enquanto isso, quem realmente tem algo de bom a oferecer, seja na rede social que for, está ocupado demais pra dar xilique.

Ah. Só por curiosidade, as imagens lá do começo deste post foi feita no Pixlr-o-Matic. Que também é gratuito e disponível para Android e iPhone

Pode ser interessante para você

3 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics