"Não tinha medo o tal João de Santo Cristo..."

Faroeste Caboclo por mais que os anti-Legião reclamem, foi um marco na música brasileira. Num país recém saído da ditadura, comandado por um presidente eleito por voto indireto, uma música de 9 minutos, que não podia ser editada, por não repetir nenhum verso, com seus palavrões devidamente censurados, dominou as rádios jovens do país por 42 semanas.

Era uma música violenta, mas ao mesmo tempo, uma história de amor. Falava de um povo sem rosto e sem voz, do sonho do migrante nordestino, de como se pode lutar com as armas que são dadas, seja ela um ofício ou o crime.

Eu tinha 09 anos quando ouvi Faroeste Caboclo pela primeira vez, no programa "A crônica ao meio dia" do radialista Ataliba Guaritá Neto, ou Netinho como era conhecido. Era uma rádio AM e ele era tão conceituado no meio, que se dava ao luxo de tocar Faroeste... quase que diariamente em seu programa, sem se importar com tempo ou censura... E ficávamos as três, eu, minha irmã e minha mãe ouvindo a saga de João de Santo Cristo.

Ainda hoje sei cada verso daquela música.

Pois bem, depois de muita especulação, finalmente Faroeste Caboclo vai virar filme, num projeto do diretor René Sampaio (Premiado pelos curtas Sinistro, 2000 e Antes do Fim), do roteirista Paulo Lins (autor do livro Cidade de Deus, roteirista e co-diretor do clipe Minha Alma do Rappa) e da produtora executiva Bianca de Felippes (produtora do longa Carlota Joaquina), com um custo de 6 milhões de reais, o filme será rodado nos locais onde a história se passa e está em fase de pré produção, pela Gávea filmes em parceria com a Europa Filmes (co produção e distribuição).

Quem quiser saber mais sobre o projeto pode ler o pdf do projeto.

O site Jovem Nerd fez uma enquete para saber qual seria o casting escolhido para o filme pelo público, como eu não concordei muito com as opções, vou postar meu casting (mesmo sabendo que eu não apito nada nessa história, rsrsrs)

João de Santo Cristo - (D'Black - sim ele é ator)
Personagem principal da música, deixa a infância pobre no interior da Bahia, por uma adolescência marginal na Bahia, até ouvir o conselho de um boiadeiro e ir para Brasília


Pablo (Jean Pierre Noher, franco argentino, já vem com sotaque e tudo)


Maria Lúcia (Sophie Charlotte - fez malhação e só)
"Maria Lúcia era uma menina linda..." Essa tem cara de menina e tem cara de ingênua, e é jovem como pede o personagem

Jeremias (Heitor Martinez)
Antagonista, traficante que se fazia de crente, e conquistava todas as menininhas inocentes da cidade, é quem destrói a vida de João de Santo Cristo]

Falta agora, ver quem realmente vai viver os personagens de Faroeste..., mas dá pra ir imaginando em como seria com esses atores não acham?

11 comentários:

  1. Cara, se até hoje você sabe cada verso da música, como pode errar o nome???! O nome dela é Faroeste caboclo, sem o "de".

    ResponderExcluir
  2. desde que começou a vir uma enxurrada de filmes nacionais ,contando histórias realmente brasileiras ,eu torcia para que um dia filmassem a história dessa música...
    só que esses atores que foram citados ,nada haver!!!

    ResponderExcluir
  3. Também eu sou da geração de Faroeste.... e ao fazer esta leitura fiquei desenhando as cenas na minha mente. Gostei muito da sugestão e será um grande filme.

    ResponderExcluir
  4. realmente seria um bom filme nacional, eu apoio a ideia! xD

    ResponderExcluir
  5. esse filme eu nao perco de jeito nenhum

    ResponderExcluir
  6. pra qm ta esperando pelo filme, podem ir comprando o livro, q tb eh sensacional, sinceramente fora do comum

    ResponderExcluir
  7. Anônimo, você não faz idéia do quanto eu gosto de ser corrigida!
    É um sinal de que quem lê, presta atenção no que lê e tem senso crítico.
    Sem dúvida, o "de" foi um vício de linguagem, e graças a você, devidamente corrigido.
    Aprendi Faroeste de tanto ouvir, nunca me dediquei a ler a letra, como fiz com músicas de várias outras bandas...foram as letras de músicas de RPM, Paralamas do Sucesso e outras bandas que faziam sucesso em 1985,1986 que me fizeram aprender a ler, mas Legião sempre foi muito mais um prazer, algo mais orgânico, não lia as canções eu as sentia; e como eu disse no post, eu tinha 9 anos quando Faroeste Caboclo foi lançada...(mas isso não é desculpa né?)
    Obrigada mesmo, e volte sempre que quiser e me corrija sempre que necessário!

    ResponderExcluir
  8. Cara, tem uma grande incoerência no caso do ator Jean Pierre Noher, pois é impossivel ele ser Franco-argentino. Ou o cara é franco ou ele é argentino...hahahahaha

    ResponderExcluir
  9. AXEI DEZ , SO NÃO CURTI MUITO OS ATORES ... MAS DEVE FICAR BOM ...VLEW

    ResponderExcluir
  10. imagei o contrário(atores)quanto a jeremias e santo cristo =P

    ResponderExcluir
  11. imaginei o contrário quanto aos personagens de santo cristo e jeremias..=p

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.