Saldo de Carnaval

Passadas as festas, ficam a sensação de sonho vivida por muitos, a volta à rotina e para os que se acham muito espertos, uma série de doença...

Passadas as festas, ficam a sensação de sonho vivida por muitos, a volta à rotina e para os que se acham muito espertos, uma série de doenças transmitidas pela saliva, como herpes, faringite, hepatite C e sabe Deus o que mais.

Infelizmente essa busca por algo que as pessoas não sabem bem o que é, tem sido mais importante que o respeito com o próprio corpo, e como saúde só se valoriza depois de perdê-la...
Mas essas doenças que se pegam beijando N bocas no carnaval ainda são pouco se comparado ao pior que são a direção sob efeito de álcool e drogas, ou ainda, ao sexo sem proteção, que podem trazer desde uma cândida desagradável, mas de fácil solução, até a contaminação pelo HIV.
O carnaval de Uberaba, não só contou com a distribuição de preservativos, folhetos explicativos e gel lubrificante, mas também foi uma das duas únicas cidades de Minas que ofereceram testagem rápida para HIV durante os festejos. O número de testes feitos na minha opinião foi baixo (apenas 57 dos 450 disponibilizados), o que pode representar, confiança, auto confiança ou preconceito (medo de ser tachado como 'aidético' por alguém que possa vê-lo fazendo o teste).
Nunca esquecendo que o CTA (Centro de Testagem Anônima) de Uberaba, oferece os testes para HIV e outras doenças além do tratamento para HIV, e Hepatite à toda população de Uberaba e região.
Pra finalizar mais uma das geniais campanhas francesas:

Pode ser interessante para você

0 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics