Ano novo

2008 foi definitivamente um ano de colheitas. Colhemos aquilo que foi plantado ao longo de anos e anos; a crise americana, resultado de um...



2008 foi definitivamente um ano de colheitas.
Colhemos aquilo que foi plantado ao longo de anos e anos; a crise americana, resultado de uma arrogância econômica, especulação e um governo desastroso, que não só arruinou a maior potência do mundo como ainda respingou no resto do mundo; colhemos um pouco mais do que plantamos no meio ambiente, enchentes, tornados, poluição, não culpem a natureza, ela simplesmente está devolvendo o que damos a ela.
Colhemos os frutos da educação equivocada que damos aos nossos filhos; crimes passionais, assassinatos sem motivo; crianças que se acham o centro do mundo, ou que se sentem à margem dele, crescem egoístas e perigosas, matam, maltratam, porque não lhes foi ensinado amar e respeitar
Colhemos a violência policial, vinda de profissionais, mal remunerados , mal preparados, que saem às ruas com medo e ao mesmo tempo com a sensação que tudo podem em nome da lei.
É claro que houveram as boas colheitas, as grandes conquistas, a união de povos em nome de um propósito (o que é mais comovente? a dedicação dos chineses às Olimpíadas ou a ajuda dos brasileiros a quem tudo perdeu?)
Que a gente possa começar o ano, pensando no que vai plantar ao longo dos dias, as palavras que serão ditas, as atitudes que serão tomadas, por que tudo que vai, volta.
Feliz 2009!!!

Pode ser interessante para você

1 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics