Sexo não tem idade; proteção também não

Dia 01º de dezembro é o Dia de Luta Contra a AIDS e o tema da campanha esse ano é a prevenção entre os maiores de 50 anos. Homens acima do...


Dia 01º de dezembro é o Dia de Luta Contra a AIDS e o tema da campanha esse ano é a prevenção entre os maiores de 50 anos.
Homens acima dos 50 anos são tema da campanha do Ministério da Saúde para o Dia Mundial de Luta contra a Aids deste ano, a ser lançada nesta terça-feira (25/11), em Brasília, pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Com o slogan “Sexo não tem idade. Proteção também não”, serão abordados assuntos ligados à sexualidade, como o uso do preservativo e dicas para melhorar a relação sexual depois dos 50.

Com o advento de drogas que possibilitam a continuidade da vida sexual na terceira idade, o número de idosos que contraíram a doença aumentou de 0,1% para 10% em 2008. O desafio passa a ser vencer a resistência cultural dessa fatia da população em relação ao uso de preservativo e a prática de sexo seguro.

Sim meus queridos, seus pais, seus avôs fofinho e veneráveis também fazem sexo e também estão passíveis de contrair o HIV.

A AIDS representa o estágio mais avançado da infecção pelo HIV, um vírus transmissível através de fluidos corporais e que destrói as células de defesa do organismo. Com a imunidade baixa, o organismo fica vulnerável a outras doenças, que são as responsáveis pela debilidade e óbito do soropositivo.
O HIV pode levar até seis meses para ser detectado em exames; a pessoa está contaminada, mantêm a aparência saudável, mas já transmite o vírus. Depois desses 6 meses o HIV já é detectado em exames mas o portador pode continuar com a aparência saudável durante anos. Os primeiros sintomas podem levar de alguns meses até dez anos em média para surgirem;
cansaço e fraqueza anormais para desenvolver as atividades habituais, emagrecimento sem causa aparente, febre contínua, suores noturnos, ínguas que duram mais de três meses, tosse seca, prolongada, sem ter bronquite ou ser fumante, sapinho na boca, diarréia prolongada. Finalmente, por ter queda nas defesas do corpo, a pessoa contaminada com o vírus da AIDS facilmente pega outras doenças graves, que poderão levá-lo à morte. As mais comuns são pneumonia, câncer, diversos tipos de infecções e problemas no cérebro. Nesta fase é que se diz geralmente que a pessoa já está com AIDS. Entre uma complicação e outra, o portador de AIDS pode apresentar aparência de saúde razoável, pelo menos no começo.

Formas de Contágio
Relação sexual desprotegida (vaginal, oral, anal)

De mãe para filho durante a gestação
Leite Materno
Seringas
Objetos cortantes/perfurantes contaminados
Transfusão de sangue

Beijo na boca, carinho, abraço, objetos não transmitem o HIV!!!

Se você praticou alguma dessas situações de risco, procure o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), mais próximo. Não vá doar sangue, pois se você estiver contaminado a menos de 6 meses, pode ser que o vírus não seja detectado no exame, e com isso você estará expondo outras pessoas à doença

Em Uberaba o CTA fica à rua Bernardo Guimarães, nº185 Bairro Estados Unidos, CEP 38051-150, telefone (34)3333-7787
e-mail: cta@uberaba.gov.br

Proteja-se, converse com seu parceiro, AIDS não tem cura

Site oficial da campanha 2008





Pode ser interessante para você

0 comentários

#ad

Flickr Images

Web Analytics