Adriano meu Rei!!!




Eu tenho evitado falar especificamente sobre os candidatos à prefeitura de Uberaba, mas a atitude de Adriano Espíndola ontem não me deixou outra alternativa.
Ele ao participar de um quadro do MGTV em que deveria falar de suas propostas para a cidade de Uberaba, usou o espaço para manifestar publicamente seu descontentamento com o fato de que a Rede Integração transmite em Uberaba, a propaganda política de Ituiutaba.
Realmente é um porre ter que ver os candidatos de outra cidade, mas isso se resolve mudando de canal; eles estão apenas cumprindo a lei, uma lei idiota e que fere meus direitos de cidadã, mas é pra isso que existe seletor de canais no  televisor.
Ele se sentiu desrespeitado pela apresentadora do telejornal a deixou falando sozinha, numa atitude que tem sido classificada desde de corajosa, até estúpida, infantil ou grosseira.
Eu particularmente acho que ele foi corajoso sim (o que não quer dizer  necessariamente que foi inteligente), se não concordamos com uma situação, temos todo o direito de manifestar nossa contrariedade, mas também penso na situação da apresentadora, que nunca deve ter se sentido tão humilhada em toda a sua vida.
Agora, vamos ver por outro lado; tudo bem que a geradora da rede Integração fica em Ituiutaba (nem faço idéia do porque) mas Uberaba é uma cidade maior e mais rica que Ituiutaba, temos um número maior de empresas anunciantes, e até onde eu sei, uma prestadora de serviços deve agradar seu cliente para que ele continue como tal.
Porém não adianta ficar discutindo com a emissora, se o problema, se a fonte do desrespeito e da desinformação é a lei, então que se mude a lei.
É simples

Quem quiser mais informações é só acessar o link da matéria no Jornal da Manhã

Comentários

  1. NOTA DE ESCLARECIMENTO



    Não é de hoje que os grandes meios de comunicação do país são questionados por suas posturas. A Rede Globo, líder de audiência em todo país, já foi até mesmo acusada, em documentário da BBC de Londres, de manipular resultados de eleições para favorecer os aliados de seus proprietários e, ainda, de ter sua a fundação articulada, nos anos 60 do século passado, para apoiar e encobrir os crimes da ditadura. Maiores detalhes destas denúncias, podem ser vistos no documentário da BBC, MUITO ALÉM DO CIDADÃO KANE.



    Verdadeiras ou não as denúncias deste documentário, é certo que através de suas novelas, telejornais e programação, a referida rede de televisão dita modas, costumes e opiniões e, não raro, força o consumo de lixo cultural ou condena, sem julgamento legal, inocentes em seus telejornais.



    Pois bem, em Uberaba, sob a desculpa de ser apenas repetidora de sua sede situada em Ituiutaba, a afiliada local da Rede Globo, tem se negado a transmitir o horário eleitoral gratuito de nossa cidade, mantendo no ar a propaganda de Ituiutaba. Tal postura além de ser uma demonstração de total desrespeito e desprezo por Uberaba, prejudica a candidatura de Adriano Espíndola 16 à prefeitura, uma vez que a Frente de Esquerda dos Trabalhadores tem nos programas de TV e Rádio o seu principal foco de divulgação. A postura da Rede Globo local, despreza Uberaba e confunde a população, o que poder fazer aumentar o número de votos brancos e nulos.



    Mente, a afiliada da Rede Globo, quando afirma que está impedida legalmente de transmitir a propaganda de Uberaba, uma vez que o Juiz Eleitoral de Uberaba, determinou que ela transmitisse os nossos programas eleitorais. Bastava a Globo acatar a decisão do juiz para transmitir, sem qualquer problema legal, os programas de Uberaba. Autoritária, entretanto, a Globo optou por recorrer da decisão e não cumprir com sua obrigação moral com nossa cidade, com os uberabenses!



    É por isso que Adriano Espíndola 16, como forma de protesto, não está enviando sua agenda de atividades para a referida TV. Foi por isso, também, que quando da rodada de entrevistas desta semana com os candidatos à prefeitura de Uberaba no MG TV, após ameaçarem cortar o seu microfone e encerrar a entrevista, Adriano Espíndola, que questionava a postura da Globo, se retirou do programa, num gesto de amor e respeito próprio e à nossa cidade.



    Adriano Espíndola, um advogado acostumado a enfrentar poderosos em defesa dos trabalhadores na Justiça do Trabalho, não se curvou perante os desígnios da Globo, a enfrentando em nome de todos os uberabenses, mesmo que isso tenha significado a impossibilidade de apresentar suas propostas no referido telejonal.



    Não sem motivos, que o PSTU e o PSOL, partidos que sustentam a candidatura de Adriano 16, defendem a moralização e democratização das concessões de rádio e tv, dando direito à antena, à geração e transmissão de programas, para entidades populares e sindicatos de trabalhadores.



    Diante do ataque ao povo de Uberaba pela Rede Globo, os outros candidatos se calaram. Isto demonstra que Adriano 16 é dos três, realmente, o mais preparado para enfrentar as elites de nossa cidade e trazer as mudanças que povo de Uberaba sonha há mais de 4 anos.



    Basta Rede Globo, o uberabense não é bobo!





    Coordenação da Campanha de Adriano Espíndola 16.

    ResponderExcluir
  2. Que massa a fonte oficial te responder aqui pelos comentários.
    A Globo tem a formula da audiência e a chance de ditar as formas como exibem suas super produções sempre com os melhores elencos e fontes.
    Ainda não vi o documentário e antes mesmo de ver imagino que por serem concorrente nunca fariam um elogio a emissora.
    As urnas mostraram que não foi uma atitude esperta já que era uma midia espontanea e ele tinha pouco tempo no horario eleitoral obrigatorio.
    É fato que pode ter sepultado o plano de uma campanha positiva no futuro, sempre na regra da insistência contra a elite/capitalismo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário